desliguem-se dela

Desde pequena eu sou uma compulsiva por propagandas,na maior parte as que passam na tv até as mais escandalosas que dão as caras nas revistas,chego ao ponto de até não assistir a programa algum e ficar esperando os intervalos pra ver qual vai ser a babaquice da vez,acabo adorando tudo,mesmo.Em revista nem se fala,pareço uma maníaca de cinco anos folheando páginas e páginas pra ver se entendo onde os publicitários vão querer chegar com aquilo tudo,se entendi é porque é realmente boa,engraçada e explícita,caso eu não entenda é encheção de lingüiça mesmo.O fato é que cada dia que passa me deparo com algum indivíduo que resolve chochar com a moral da propaganda,ou melhor dizendo: com o fruto que ela traz,ok,eu parei,pensei e refleti,sim eu refleti.

Cara,a propaganda é cínica,me enganou uns 10 anos,se não foi mais.E engana o mundo,se não fosse esses indivíduos pra me darem um sacode,eu admito que até hoje eu ia ser mais uma hipnotisada pela gigante beleza da propaganda,esqueci de falar:acho incrível outdoors!Ela chega a trapacear com os nossos instintos e além disso possui uma comunicação visual foda,a que move photoshoots e afins,é de abismar.Mas quem lê tanta lorota quer saber: por que essa de anti-propaganda agora? Não pessoas,não é anti-propaganda,é só alerta.A propaganda continua lindinha e engraçadinha,quanto na tv,quanto nas revistas e ainda até na internet,sai coisas criativas desse meio a cada segundo e isso insiste em deixar a gente compulsivos por publicidade.A questão é que o consumismo sobe nela e de um jeito ou de outro acaba te fudendo,como? fácil,basta você parar e olhar quantas vezes viu aquele celular tri legal passando na tv deu uma corridinha na loja,gastou seu salário e hoje nem acha tanta graça nele,porque será? ah sim,já saiu um modelo que faz tres mil coisas a mais do que ele né.

Pois é né criatura,com certeza você não foi nem vai ser o único,o consumismo desenfreado vem manipulando cada dia mais gente,e obviamente na maior parte ele vem de carona com a propaganda.Esse assunto já é praticamente um clichê em tudo que se vê em tudo que se faz, mas tem gente que tá cansado de saber e não toma jeito,pra isso serve os indivíduos que vivem chochando a propaganda,os anti-propaganda.Olha,grandes campanhas vêm aparecendo por aí,como a de Steve Lambert com a mensagem: “You don’t need it” (Você não precisa disso)

 Ou a de Adbusters “Tv turn off week” (Uma semana com a tv desligada) ou “Buy nothing day” (Dia sem compras),basta perceber a vontade de muitos em quebrar esses padrões,destruir tal cinismo,propôr sinceridade,de tentar pelo menos,viver com menos consumismo.

Tomara que a propaganda sobreviva adiante, mas apenas como arte!

Anúncios

Os comentários estão desativados.