Altamente recomendado – Bishop Allen

Me contem,gostaram da playlist montada pelo Kevin Barnes? A última que eu postei (eu acho) e única (eu acho two) mas se não gostaram também,se não agradou ninguenzinho nenhuma alma que tem colapso por coisas que vêm do Of Montreal, ok! acabo de traduzir outra aqui,com muito sufoco com meu inglês bichado fiquem sabendo.

E ah agora é completamente diferente no quesito gosto musical, larguemos o glam-rock do Kevin Barnes e todas as bowieolices (tá-parei) de lado e atolemos o pé num rock mais bagaceira, NÃO! ESPERA bagaceira não no sentido de lixo,mas como se fosse uma coisa mais subversiva [mas tem calminha também] ai deu pra entender né.

A Playlist não-infinita do Bishop Allen. Ai outra coisa: OUÇAM BISHOP ALLEN!

The Modern Lovers – “Roadrunner”

Nós reduzimos a Rota 128 durante a noite só para ouvir esta música em seu contexto original. Isso foi antes de o motor pegar fogo e derreter todo o carro. Deixei-o pago para ter aviso do “lembra-fábrica”.

The Easybeats – “Friday On My Mind”

Como pode essa música ser tão estranha com tantasarticulações e continuar sendo tão atraente? Eu voltei a estudar ela. Tentamos fazer um cover dela recentemente, mas é impossível.

Jawbreaker – “Boxcar”

Sabia-se mutuamente antes de nós,corri até Christianno no show do Jawbreaker em Northampton. Tínhamos uma turma unida, mas nunca tínhamos nos falado até aquela noite.

Delta 5 – “Mind Your Own Business”

Passamos muito tempo com uma compilação chamada Wanna Buy A Bridge ? Esta música foi sobre essa compilação. O “plunky octave bass” foi quando começamos a pensar o que podemos fazer com as partes do baixo na música.

The Clash – “Spanish Bombs”

Ouvindo The Clash, foi: “Como é que eles fazem isso?” A maneira como tocar guitarra e cantar juntos em conjunto. “Será que deveríamos aprender espanhol?” Eu queria ter aprendido.

Operation Ivy – “Hoboken”

Operação Ivy foi uma descoberta precoce para nós os dois-[voltando] do colegial. Christian me mostrou como tocar todas as músicas no violão.

The Buzzcocks – “Ever Fallen In Love”

Os Buzzcocks foram nítidos e engraçados e estranhos. Eles tinham que rosnar, mas eles não estavam de todo thuggish. Perfeito para a gente.

The Misfits – “Where Eagles Dare”

A primeira vez que vi Christian tocar música foi no Halloween, com uma banda cover do Misfits. Eu fui ao seu quarto, e ele tinha escrito “MISFITS” na porta … com sangue!

Young Marble Giants – “Final Day”

Me lembro de ouvir isso e dizer: “Quem precisa de bateria?” Nessa altura, não tínhamos um baterista.

The Castaways – “Liar, Liar”

Tinha um lugar enorme de gravações anos 60-garage  na delegacia, e este foi um de nossos favoritos. O órgão, a guitarra bend-y, os vocais trocados …

Television Personalities – “Part Time Punks”

Também em ‘Wanna Buy a Bridge? ‘ eu percebi ouvindo esta música o quanto eu gosto de música que te faça sentir em casa. Isso aproxima. Isso foi quando começamios a fazer por volta da quarta faixa gravada.

Devo – “Uncontrollable Urge”

Christian também tocava numa banda cover do Devo. Eles só tocou em um show, e eles foram recompensados como no: “Devo Live! (todos os novos membros).” Eles pregaram as músicas, a coreografia, as roupas customizadas: tudo.

Syd Barrett – “Octopus”

Eu acho que foi “I Know Where Syd Barrett Lives” pela Television Personalities que nos conduziu até aqui, ou talvez isso foi só a história de como ele perdeu a cabeça após o início Pink Floyd. A energia estranha dessa música sempre aparece certa.

The Jam – “In the City”

Nós fomos atraídos pelas músicas que eram rápidas e cativantes. Esta é uma perfeita. [Eles são] surradores afiados com margens engraçadas.

The Hollies – “Bus Stop (Single Version)”

The Hollies colocam suas músicas juntas de forma estranha. Lembro-me tentando descobrir o acorde mudado nesta música por horas e horas.  “A bridge?  What’s a bridge?”

The Zombies – “This Will Be Our Year”

O final perfeito para qualquer playlist. Uma canção que vende um sentimento sem parecer sentimental. Eu acredito nisso.

Anúncios

Os comentários estão desativados.